domingo, 27 de março de 2016

BATMAN VS SUPERMAN: UM FILME QUE DIVIDIU AS OPINIÕES (Por Ricardo Quartim)


As opiniões sobre Batman vs Superman: A Origem da Justiça estão divididas e estou com aqueles que gostaram do filme. E muito! 

Como já foi comentado por quem assistiu o filme, a DC ao contrário da Marvel fez um filme mais sério, denso e adulto. Quem não gosta de filmes sombrios vai odiar. Quem quer ver uniformes coloridos e ação o tempo todo também não vai gostar. BvS está mais para o Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan do que para Os Vingadores. Cenas longas com mais diálogos e tensão crescente. E muitas referências a várias fases clássicas dos quadrinhos. Muitas mesmo! É claro que há ação, mas o que predomina é a trama em si do que explosões e porradaria.
Não é um filme para crianças. A trama é mais complexa do que aparenta com um fundo humanista raramente visto em uma adaptação de filmes de super-heróis. Muitas pessoas não gostaram por não entender algumas mensagens nas entrelinhas. Vão apenas descompromissadas achando que vão ver um mero filme de “super-heróis” apenas como puro entretenimento. 

Em alguns momentos a história lembra os filmes de espionagem das décadas de 60 e 70 e Gal Gadot em sua identidade de Diana Prince é uma referência as Femme Fatales do cinema. Como Mulher Maravilha me surpreendeu! Não é a magrela que aparentava nas imagens promocionais. É linda, sexy, forte, audaz, tem um ar de guerreira nata, passa confiança e muito carisma. Ben Affleck é O Batman e ponto final. Até mesmo quem não gostou do filme admite isso e tem o considerado o “Batman definitivo”.  A única vez em que o Cavaleiro das Trevas é retratado como realmente é nos quadrinhos. Christian Bale pode ter sido um Batman incrível e realista, mas não conseguiu ser o verdadeiro Homem Morcego das HQs. Investigativo, estrategista, confiante. E acima de tudo bem mais brutal. Não por culpa dele, mas sim do roteiro. Até mesmo visualmente Affleck foi a melhor encarnação do Batman já mostrada nas telas. Henry Cavill continua seu bom trabalho com Superman.  Neste filme o maior ato heroico foi dele. Comparações com Christopher Reeve não tem sentido. Cada um é bom em seu estilo. O erro das pessoas é achar que sempre que se elogia o novo, o velho tem de se tornar automaticamente inferior. Ambos podem ser bons. São Supermen diferentes. É apenas questão do gosto de cada um.

 Até mesmo em relação ao filme. É apenas seu ponto de vista. Não significa que seja a verdade. A opinião vai de acordo com cada pessoa e com o que cada um tem idealizado em sua mente de como seria um filme ideal e personagens ideais. Se não bate com o que você gostaria, para você não vai ser bom. Se bate, será um grande filme. Para mim o filme correspondeu ao que eu queria. Principalmente por um fator que não o agradou muitos: Ser sério e mais sombrio com uma temática mais complexa e humanista. Isso foi o que mais gostei. Mas não significa que estou certo e você está errado. Apenas gostamos de coisas diferentes.

Já sobre Lex Luthor, ele não é um personagem cômico como aparenta nos trailers. Ele é apenas debochado, mas é um personagem sinistro, sério. Com todas as características de um sociopata. Em alguns momentos em que está sozinho é altamente perturbador. Bem diferente de Gene Hackman em Superman the Movie, este sim um Lex Luthor cômico, no entanto todos elogiaram. Jesse Eisenberg é um Luthor muito mais próximo das HQs do que Hackman.  O que pesa sobre ele é a idade que difere muito da sua contraparte nos quadrinhos, já que ele é bem novo. E o fato de ser piadista o que muitos confundem com engraçado. Sua motivação é clara. A de eliminar os dois heróis os quais considera uma ameaça a seu império. Algo obvio e lógico, mas que muitos não entenderam.

https://www.youtube.com/watch?v=1cXbcs4AT-I&feature=youtu.be

Outro fato criticado é geralmente de leigos que não compreendem Batman contra Superman. Até mesmo alguns saudosistas reclamam disso e dizem sentir falta da forte amizade entre ambos. No entanto, o título do filme não passa de um mero chamariz, já que os heróis se estranham no início pelo fato de não se conhecerem e possuírem métodos diversos. Mas depois surge uma grande amizade e respeito da diferença dos dois de forma maravilhosa.  E sobre um brigar com o outro, um recado para os saudosistas é que isso ocorre desde a década de 40 apesar de somente após o Cavaleiro das Trevas de Frank Miller ter surgido um motivo mais lógico.

Portanto, vá assistir ao filme e forme sua própria crítica. Esse é meu conselho.

https://www.youtube.com/channel/UC5qrYK0unft9O1AEB0hzpnA


OUTROS CLIQUES:

https://www.youtube.com/watch?v=3xwrogvIJ40

http://calazanista.blogspot.com.br/2016/03/batman-contra-superman-origem-da.html


http://laboratorioespacial.blogspot.com.br/2016/03/porque-o-batman-e-tao-legal-por-dennis.html

https://www.youtube.com/watch?v=1cXbcs4AT-I&feature=youtu.be


http://laboratorioespacial.blogspot.com.br/2014/08/beto-foguete-e-os-patrulheiros-do.html

11 comentários:

  1. Muito coerente sua critica. Parabens!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o que você escreveu. Apesar de alguns pormenores da minha parte (não ter lido as hqs e consequentemente não pegar todas as referências), o filme foi ótimo. E concordo com você com relação ao Ben Affleck. Ele é O Batman, e apesar de ter lido pouco do herói, deu para sentir que é isso que ele é na real.
    Gostei do que você falou sobre a opinião de cada um e quem sabe não cito o trecho no meu blog? rsrsrs
    Até

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Natália! Pode citar no seu blog sim querida! Será uma honra para mim! Obrigado!

      Excluir
  3. vale a pena ler este contraponto http://calazanista.blogspot.com.br/2016/03/batman-contra-superman-origem-da.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por postar isso aqui meu amigo Calazans! Isso ajuda a enriquecer a página!

      Excluir
  4. Colocamos o link com um mini-banner pro material no seu blog, Calazans:) Pontos de vista distintos enriquecem nossa informação sobre qualquer tema. Obrigadão!

    ResponderExcluir
  5. Ótimo texto Ricardo, parabéns.
    Estava conversando com um amigo sobre Man of Steel e Batman v Superman e chegamos a seguinte conclusão:
    Que nesses dois filmes do Universo Cinematográfico D.C. eles quiseram fazer uma correlação entre Superman em Jesus Cristo, mais forte ainda que em Superman Returns.
    Assim como Jesus, Kal não foi aceito por todos. Houve uma cisão entre a população. A ida dele para a sessão no Capitólio seria como o julgamento de Pilatos, e a sua morte seria uma preparação para que nos próximos filmes ele seja aceito plenamente pela população. Até a data do lançamento do filme coincide com a Semana Santa.
    Não sentimos o carisma característico do personagem, visto em outras mídias, pelo simples motivo de que ele não consegue transmitir plenamente. Mais o personagem tem, vemos um vislumbre no México, no salvamento da garota no incêndio. Como eu disse, apenas um vislumbre. O peso da Batalha de Metrópolis, o caso da África, tudo tava pesando em um "Super-Homem" ainda em formação.
    Ele esta atuando apenas uns dois anos, e quem sabe por quantos ataques de grupos (com certeza liderados, nas sombras, por Luthor) ele não sofreu?
    Mais com a comoção no "funeral" dele tenho certeza que em Justice League veremos o Superman que conhecemos nascer e se fixar.

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto. Achei o filme muito bom. Temos gostos bem parecidos. O filme é uma verdadeira obra de arte. Algumas cenas, principalmente as do Superman salvando algo me remetiam as ilustrações de Alex Ross. A temática mais complexa e adulta me alegrou. Fez com que o filme fosse feito para nós um publico que cresceu com os quadrinhos. As críticas negativas são de pessoas que esperavam um filminho básico de super-herói salvando tudo com roteiro leve enquanto comiam pipoca e não esperavam o que viram e detestaram. Mas muita, muita gente mesmo adorou o filme, inclusive minha mãe de 67 anos e minha sobrinha de 10, que assistiram junto comigo na minha segunda vez. Vou compartilha sua crítica na minha página. Valeu

    ResponderExcluir