quarta-feira, 15 de junho de 2016

COMUNHÃO: Segundo álbum de Felipe Folgosi via Catarse! (por Ricardo Quartim, o Super-herói da notícia)



O ator, apresentador e roteirista Felipe Folgosi conhecido por várias novelas dentre elas Olho no Olho da Rede Globo, a trilogia dos Mutantes na Record e pela participação no Reality Show A Fazenda está com seu segundo projeto de uma HQ no Catarse.

Folgosi é fã de quadrinhos desde criança. Não apenas dos super-heróis Marvel e DC mas como ele mesmo diz, lia de tudo desde Asterix, Maurício de Sousa até Moebius dentre outros. Um dos seus maiores sonhos era produzir uma HQ e se realizou com seu projeto anterior, Aurora.

Agora ele retorna com a Graphic Novel Comunhão. Na trama um grupo de corridas de aventuras vem ao Brasil para participar de uma etapa do circuito mundial. Após a prova eles resolvem fazer uma trilha na Mata Atlântica longe da organização e da imprensa. No entanto eles se perdem e acabam encontrando uma tribo misteriosa dominada por um reverendo psicopata chamado Adam Byington.


A  história é narrada pelo ponto de vista da protagonista Ammy Stuart. Ammy é uma das maiores corredoras de aventura do mundo. Dura na queda a jovem começou correndo na equipe do irmão Mark, mas depois acabou formando seu próprio time só de mulheres. De temperamento forte e possuidora de certa teimosia, por uma decisão errada dela um acidente grave acontece e isso a traumatiza fazendo-a parar de correr, sendo um ponto de virada da personagem.

Após isso Ammy passa a ser coordenadora da equipe do irmão. Quando vem ao Brasil junto da equipe e eles se perdem, ela tem de voltar a correr só que desta vez pela própria vida.

A história é recheada de suspense, aventura, ação e terror psicológico. Há também muita influência slasher e gore, subgêneros de filmes de terror quase sempre envolvendo assassinos psicopatas que matam aleatoriamente com muito sangue. Os personagens são levados ao extremo da sobrevivência humana. Mas nem por isso deixa de ter humor, romance, heroísmo e até questões religiosas/filosóficas. 

“Quem será o melhor adaptado para sobreviver na natureza selvagem, um corredor de aventuras de nível mundial ou um nativo que cresceu caçando na mata e a conhece como a palma da mão? Quem é a presa e quem é o predador?”

Da mesma forma que o projeto anterior, Aurora, era um roteiro para o cinema e que Felipe resolveu transformar em HQ, o mesmo ocorreu com Comunhão. Em uma conversa com Felipe ele declarou para o Laboratório Espacial que “O Comunhão surgiu da sugestão de um amigo americano para que eu escrevesse um filme de terror, pelo fato desse gênero ser muito produzido lá fora e ter mercado. Mas eu não queria fazer apenas um slasher violento que gostava quando era adolescente, queria que tivesse outros elementos para dar uma profundidade à história.” 
  
Após ver o potencial de Aurora nos quadrinhos e a boa repercussão da obra, ele resolveu transformar também Comunhão em uma HQ. Felipe está na lista de indicados do Troféu HQ MIX (ano 2015) por Aurora em três categorias, Roteiro, Novos Talentos e Publicação de Aventura, Terror e Fantasia. Em Comunhão Felipe retorna a parceria com o Instituto HQ em busca de financiamento no Catarse.

No entanto desta vez o responsável pela arte é o quadrinhista JB Bastos, um dos destaques da nova geração já tendo desenvolvido trabalhos para o mercado internacional como Night Trap e Knight Rider para Lion Forge e Black Bag para Legendary Comics.

A princípio o álbum será lançado no formato: 22,3 x 31,5 cm, capa triplex, lombada quadrada 250 g e miolo offset 90 g, com 144 páginas preto/branco (134 de arte). Haverá várias recompensas entre elas, assim como também ocorreu em Aurora, poder tornar-se personagem da HQ e convites VIPs para a festa de lançamento com a presença dos artistas e da imprensa na Stunt Burger  uma das mais conhecidas hamburguerias da cidade de  São Paulo.

Comunhão poderá ser financiado até o dia 30 de julho. Para apoiar e conhecer mais detalhes sobre o projeto acesse a página no Catarse:  https://www.catarse.me/pt/comunhaohq