sábado, 31 de dezembro de 2016

Pensando Quadrinhos: Editor e Juiz de Futebol — Ofícios e Alvos



Numa partida de Futebol, o Juiz, auxiliado pelos Bandeirinhas é responsável por fazer as Regras do Jogo serem cumpridas. No mercado Editorial o Editor se encarrega de defender as regras da Editora. A moda, as tendências mercadológicas, a opinião pública, a opinião de grupos e nichos específicos, o patrulhamento do politicamente correto e os patrulhamentos ideológicos, preceitos e preconceitos estão entre os elementos aos quais o Editor precisa dar atenção antes de publicar algo. Adequar um produto a um público específico não é uma tarefa fácil, por isso editores às vezes são tão xingados quanto Juízes de Futebol.

Veja só o tipo de coisa que um editor precisa observar: O nível do texto está acessível à faixa etária? A sensualidade dos/das personagens agride ou agrada o público pretendido? O traço está em sintonia com o gênero? O discurso do texto pode gerar polêmicas desagradáveis — ou as polêmicas são pretendidas pela linha editorial? Esse produto editorial pode gerar subprodutos? É possível ir além do público alvo com pequenos ajustes de texto ou imagem? O formato gráfico está sintonia com o conteúdo? E por aí vai.

O trabalho de um Editor é regido também por prazos. Uma obra precisa estar afinada antes de ir para a gráfica, então é necessário saber quando parar de fazer ajustes e retoques. Editores de Arte, Revisores, Copydesks, leitores-beta auxiliam o Editor-Chefe em suas tarefas. Mas em muitos casos, no Brasil, o Editor ocupa todas essas funções e mais algumas. Por isso os Editores dão preferência a escritores, artistas e autores que facilitem o processo de edição.

Entre todas as tarefas do Editor, uma das mais fascinantes é a de "conseglieri". Ler o material que vai ser publicado em seus estados embrionários e servir de navegador para auxiliar o artista a dar o melhor de si e chegar ao melhor resultados que ele puder oferecer. Quando recebe obras fechadas o Editor fica impossibilitado de ajustar o curso e o destino pode ser bem diferente do pretendido.


Um bom Editor conhece acima de tudo sua Linha Editorial: o que pode ou não pode ser publicado por ele. Mas é bom lembrar que: o que é bom para uma editora pode ser ruim para outra. E o que é ruim para uma editora pode ser bom para outra. Veja: um artista de traço sensual, daqueles que desenham "mulher boazuda" pode não estar em sintonia com um Editor de quadrinhos infantis, mas isso não impede o Editor de procurar saber se tal artista possui outras facetas de traço. Ou ainda, isto não o impede de redirecioná-lo a algum outro editor que tenha sintonia com a linha de trabalho deste artista. Isto seria o ideal, embora este tipo de direcionamento possa ser melhor realizado por um Agente que por um Editor. 

Normalmente o discurso do Editor é: Nós publicamos  coisas no estilo X, Y e Z. Para se adequar ao que eu publico é preciso fazer "isto" e "isto". Por falta de tempo, tato, atenção, paciência ou outra coisa, muitas vezes o artista não entende o que está sendo dito, ou o Editor não se faz entender completamente. Em ambos os casos a busca de informações deveria ser mais importante que as certezas.

MAIS:

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

STAR TREK DISCOVERY - O que sabemos até então!



Jornada nas Estrelas é um fenômeno mundial com produtos em diversas mídias dos games aos filmes, passando por livros, quadrinhos e incontáveis artigos colecionáveis, mas sua origem foi na TV em 1966. Após um retorno de sucesso como franquia cinematográfica, a série ganha uma nova versão televisiva e este artigo reúne o que sabemos até aqui a respeito da próxima Trek Série.

—A série se chamará Star Trek Discovery. Claramente uma homenagem ao ônibus espacial Discovery, a nave com maior número de missões (39, em 27 anos de serviço) dentro do programa de ônibus espaciais da NASA.

—Estreia programada para MAIO de 2017.

— As aventuras acontecerão 10 anos antes das primeiras viagens do Capitão Kirk e Spock. dentro do universo regular de Jornada nas Estrelas, o Universo Prime, originalmente criado pelo produtor Gene Roddenberry. Nada de Abramsverse. Levando em conta que os recursos  financeiros dos filmes produzidos por JJ Abrams são impeditivos para manter uma unidade visual com relação à série. Outro motivo para a série Discovery ser situada no Universo Prime é o fato dos roteiristas dos filmes ficarem livres de conexões de continuidade com a série.


— A nave será a USS Discovery NCC 1031. A base para o seu design foi a Enterprise criada por Ken Adams e Ralph McQuarrie (sim, ele mesmo,  o ilustrador famosão de Guerra nas Estrelas) para Star Trek: Planet of Titans, um filme planejado em 1977 mas não produzido.

— Em entrevista Brian Fuller mencionou que apesar da série se passar num período próximo do primeiro piloto (The Cage, 1965) os uniformes da série não necessariamente serão iguais aos já vistos, embora o uniforme venha a ter referências reconhecíveis.

— A série terá uma protagonista feminina, no cargo de Tenente Comandante. Tem sido apontados, nos sites especializados, um personagem gay e um Capitão Klingon.                                                    
http://ncc-1031.com/star-trek-discovery-female-lead/
https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/series-e-tv/2016/11/star-trek-discovery-tera-capitao-klingon-e-almirante-mulher-diz-site

—A protagonista da série será uma tenente-comandante interpretada pela atriz Sonequa Martin-Green conhecida por seu trabalho na série The Walking Dead.

—Inicialmente programada para estrear em Janeiro de 2017, Star Trek Discovery foi adiada para Maio por motivos de produção. Atualização en 19/Jan/2017: A CBS atualizou os fãs de que possivelmente STD sofra mais um ajuste de data de lançamento.
— A série estreará primeiro na CBS e em seguida será disponibilizada para 118 países pelos serviços de Streaming CBS All Acess, Crave Tv que atenderá o Canadá e Netflix que disponibilizará a série para o Brasil. (Nota: Todas as demais séries de Star Trek: A série Original, Nova Geração, DS9, Voyager e Enterprise já estão disponíveis via Netflix).

—A CBS liberará os episódios semanalmente, com esta determinação a empresa visa ampliar o número de assinantes ao longo da exibição da série.

—Os produtores-criadores da série são Alex Kurtzman (Roteirista e produtor associado a JJ Abrams e Roberto Orci, junto com estes criou a série FRINGE; Foi roteirista em Watchmen (2009), Star Trek (2009)  e Star Trek Into Darkness (2013) e Bryan Fuller (começou como roteirista para as séries DS9 e Voyager, foi produtor nas séries Hannibal, Pushing Daisies, ST:Voyager). O produtor Akiva Goldsman, produtor da série FRINGE (que possui várias referências ao universo Trekker e contava com Leonard Nimoy no elenco) fará parte da equipe criativa da série num cargo ainda não especificado.

Nicholas Meyer, produtor e roteirista, diretor de ST II: A Ira de Khan e ST VI: A Terra Desconhecida e roteirista de ST IV: A Volta para Casa será um dos consultores da série.

Rod Roddenberry, produtor, diretor e roteirista, filho do Produtor e Roteirista Gene Roddenberry (criador de Jornada nas Estrelas) e da atriz Majel Barret (Enfermeira Chapel na série original e Lwaxana Troi na Nova Geração) estará envolvido em STDiscovery como produtor executivo.



— Cada episódio terá o custo de produção de aproximadamente 6 milhões de dólares e serão filmados em Toronto (Canadá). Em 1987 os episódios de Jornada nas Estrelas A Nova Geração custavam cerca de US$ 1,3 Milhões. Os episódios da  série original tinham um custo médio de US$ 190.000. À exceção dos dois episódios piloto, o episódio mais caro na série original foi Cidade à Beira da Eternidade (US$ 250,000).

Tony Todd está na lista final de atores selecionados para a série. Conhecido por interpretar Kurn (irmão de Worf na Nova Geração) e por participação e em DS9 e Voyager, Ton Todd teria um papel de destaque na produção independente (recentemente caçada e cancelada) Axanar.
Michelle Yeoh, conhecida pelo filme O Tigre e o Dragão foi contratada para atuar em ST:Discovery como Capitã Han Bo, da USS Shenzhou.



— Os atores Chris Obi, Shazad Latif e Mary Chieffo estarão no núcleo pobr...Núcleo Klingon de STD.

— O produtor Bryan Fuller foi afastado da série em outubro, mas permanecerá nos créditos pois escreveu os dois primeiros episódios e a história que rege o arco desta primeira temporada. Ele mencionou no twitter que o episódio "Balance of Terror" será uma referência para a série. O episódio citado é marcado pela primeira aparição dos Romulanos e apresenta metaforicamente uma batalha entre um navio e um submarino. A inspiração para o enredo do episódio veio dos filmes O Mar é Nosso Túmulo (1956) e A Raposa do Mar (1957).

Joe Menosky (um dos roteiristas de ST Voyager) e Kristen Beyer (autora de romances de Star Trek) estão entre os roteiristas da nova série.

—O ator James Frain interpretará Sarek, um Embaixador Vulcano de fama lendária e pai do famoso Oficial de Ciências e Primeiro Imediato da Enterprise NCC-1701, Spock. (atualizado em 19/Jan/2017)

Fica a torcida para o êxito da nova série, que mais produções de qualidade surjam com a marca e no seu rastro e que o legado de Jornada nas Estrelas continue inspirando artistas e cientistas mundo a fora estimulando-nos a ir audaciosamente aonde nenhum homem jamais esteve.





VEJA TAMBÉM:
http://laboratorioespacial.blogspot.com.br/2015/11/jornada-nas-estrelas-resumo-da-opera.html

http://www.trekbrasilis.org/






segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Grupo Avaçado comemora os 50 anos de Jornada nas Estrelas



Em Setembro de 1966 o mundo viu o surgimento de uma série de TV que mudaria a cara da cultura pop, que influenciaria cientistas, artistas, enfim, estimularia pessoas de todas as áreas de conhecimento. Em 1993 surgiu o Grupo Avançado reunindo fãs de Jornada nas Estrelas e apreciadores de mundos fantásticos no geral. Ao longo de sua história, o Grupo Avançado criou, participou e estimulou produções criativas, eventos e até produtos originais como quadrinhos, fanfics etc. Os modelos de Gestão do Grupo foram muitos, embora sua força motriz tenha sido sempre a paixão por Jornada nas Estrelas e afins. Mesmo com as atividades em baixa, o Grupo Avançado não poderia deixar passar em branco uma celebração destes 50 anos de Jornada nas Estrelas. A ação coordenada por Fred Macêdo e JJ Marreiro contou com a colaboração de Humberto Meireles, Marcelo Rossi, Fernando Lima, Luiz Cláudio Braga e Helder Maia.

 





















A celebração ocorreu na Revistaria Art Cult, um badalado point da comunidade Nerd de Fortaleza. João Batista e Luzimirte Morais deram inclusive suporte técnico ao evento, indo muito além da cessão do espaço e do patrocínio. O ótimo atendimento aos clientes, parceiros e a proatividade dos administradores da Revistaria explicam em parte o grande sucesso da Art Cult entre os colecionadores de toys, quadrinhos e memorabilia em geral.


Mesmo começando com certo atraso, o encontro foi memorável. Novos e velhos amigos se encontraram para celebrar o aniversário de Jornada nas Estrelas e seu significado. As séries derivadas (TNG, DS9, Voyager, Enterprise) e as produções de fãs, como Axanar, Star Trek Continues e Star Trek Phase II foram lembradas em meio às especulações e compartilhamento de informações relativas à vindoura ST: Discovery. O Abramsverse, tema que geralmente divide opiniões, também foi lembrado. O bate papo foi conduzido por Fred Macêdo, Fernando Lima e Luiz Cláudio Braga.

Depois de uma temporada com as atividades em stand by, o Grupo Avançado volta ao cenário da cultura pop com o pé direito. Num evento que muitos acreditavam ser impossível dada a proximidade com os festejos do fim de ano, essa equipe venceu seu primeiro Kobayashi Maru (jargão trekker que significa "situação onde não existe solução possível").


Entre outras coisas, o aniversário de 50 anos de Star Trek lembrou que se por um lado é encantador colecionar naves, props, toys e quadrinhos, por outro é fascinante ver a superação humana mostrada na série e mergulhar nos conceitos de um futuro positivo para a humanidade, de respeito à vida e sua infinita diversidade, num cenário onde a humanidade superou o problema da miséria, as desigualdades e partiu para o espaço buscando respostas pra perguntas como: quem somos e de onde viemos?




https://www.facebook.com/grupoavancado/
 https://www.facebook.com/revistariaartcult

 



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Elisandro Pinho e JJ Marreiro no Show da Manhã (de Gleudson Rosa)










Neste 01 de dezembro (de 2016) a Rádio Verdes Mares FM 810, a Verdinha, recebeu o produtor Elisandro Pinho e o Cartunista JJ Marreiro para falar sobre quadrinhos e divulgar a décima edição da FEIRA LIVRE DE QUADRINHOS.

O Evento —totalmente gratuito e aberto à participação de todos— ocorre em Fortaleza-CE, na Pça Luíza Távora, 1589 e terá participação de vários artistas e colecionadores, além de oficinas de desenho e da presença da galera do Cosparty que levará vários Super-Heróis ao evento. Na oportunidade Fernando Lima e JJ Marreiro levarão títulos editados pelo Laboratório Espacial e seus parceiros com destaque para edições raras do Manicomics, um dos mais importantes fanzines do Brasil. Rafael Tavares, Samuel Freire e Adriano Sapão (do Função Nerd) estarão presentes, bem como Brenda Costa Lima, Everton Veras, Walber Feijó e vários outros feras do Quadrinho e de Ilustração.

A Feira Livre de Quadrinhos reune colecionadores que trocam ou vendem exemplares dos mais diversos quadrinhos indo dos mangás aos quadrinhos europeus, caso você queira vender ou trocar Action Figures ou colecionáveis o espaço é aberto, basta levar seu material e organizar seu espaço. O evento inicia às 13h (uma da tarde) e está programado para ir até as 17h. A Pça Luiza Távora é conhecida pelo ambiente familiar e acolhedor localizando-se numa área nobre da cidade de Fortaleza com acesso fácil de transporte urbano.



Nesta versão da F.L.Q. artistas locais prestaram homenagem a vários ícones da sociedade cearense e mundo da comunicação, apresentadores, radialistas, jornalistas e astros pops foram caricaturizados pelos artistas em versão super-herói. O cartunista Falcão recebeu os organizadores e artistas com a descontração típica do seu programa, Leruaite (TV Diário).

Elisandro Pinho e JJ Marreiro  marcaram presença no Show da manhã (de Gleudson Rosa) na Verdes Mares FM neste 01 de dezembro de 2016. O áudio do bate-papo você confere abaixo. A Décima Feira Livre de Quadrinhos é um evento gratuito aberto ao público. Para parcerias, colaborações e patrocínios entre em contato pela página do Facebook.


LINKS:
Feira Livre de Quadrinhos no Facebook